Conectando Cérebros

Conheça 3 casos de sucesso de consultórios que utilizam o Afinando o Cérebro

Sep 24, 2020 11:44:19 AM / by Juliana Benatti & Diana Faria - Equipe ProBrain

Pauta_19

Mais de 70 mil usuários já descobriram o Afinando o Cérebro e juntos realizaram sete milhões de jogadas, nas mais de 130 atividades disponíveis. São números bastante expressivos, não é mesmo?

Mas quem são as pessoas por trás desses números? Para compreender como o Afinando o Cérebro é utilizado no dia-a-dia, convidamos três profissionais para contarem como utilizam as estratégias propostas pela plataforma em sua prática clínica, no acompanhamento e tratamento de pacientes que necessitam de estimulação das habilidades auditivas.

Para todas as idades

Gisela FormigoniEm São José dos Campos, cidade do interior de São Paulo, a fonoaudióloga Gisela Formigoni, utiliza as atividades do Afinando o Cérebro com pacientes de todas as idades. “Dependendo do nível de maturidade, uso com pacientes já a partir dos 6 anos, sempre com foco em um melhor desenvolvimento das habilidades auditivas”, conta a especialista em habilitação e reabilitação de pacientes com deficiência auditiva e usuários de aparelhos auditivos e implante coclear.

A história de Gisela com o Afinando o Cérebro começou após uma supervisão de caso, desde então as atividades da plataforma fazem parte de seus atendimentos dentro e fora do consultório, pois encaminha atividades para serem feitas em casa e acompanha a regularidade do treino a cada semana. Para ela, outro fator importante no sucesso do Afinando o Cérebro como recurso terapêutico está no envolvimento da família e dos próprios pacientes, “quanto mais envolvidos e realizando as atividades com frequência, melhores os resultados obtidos”.

Rapidez na evolução

Claudia BuchweitzA fonoaudióloga mestre e especialista em Linguagem e Audiologia, Claudia Buchweitz, de Maringá, no Paraná, usa o Afinando o Cérebro com pacientes que precisam fazer treinamento em função de dificuldades nas habilidades auditivas. “Todos os pacientes adoram os jogos e vejo a satisfação dos pais”, diz a profissional ao destacar que antes de começar a utilizar as atividades da plataforma era mais difícil mostrar para a família e para o próprio paciente a necessidade do treinamento auditivo. Assim, ela afirma que faz do Afinando o Cérebro um diferencial de seu trabalho, estimulando pacientes a superaram suas metas. “Mostro que podem conquistar uma pontuação ou um tempo melhor, desafiando a si mesmos”.

Claudia destaca ainda a velocidade com que consegue atingir os objetivos planejados para a terapia, além da variedade de jogos disponíveis na plataforma. “Quando o paciente adere ao treinamento e faz os exercícios diariamente, melhora suas habilidades muito mais rápido e estou sempre de olho nos lançamentos. Testo e logo aviso meus pacientes que tem jogo novo”, diz a fonoaudióloga que tem entre seus preferidos os jogos Barbeiro, Zoo e Caçadinha ao Tesouro.

Afinando o Cérebro na educação

Giselle GaudardAs atividades do Afinando o Cérebro auxiliam também profissionais de outras áreas, como no caso da psicopedagoga e professora carioca, Giselle Gaudard. A especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional desenvolve seu trabalho em uma ONG de uma comunidade, no Rio de Janeiro. Ela conta que após a realização da avaliação, consegue trabalhar as dificuldades de aprendizagem de maneira lúdica e divertida e ao mesmo tempo motivar os pacientes a seguir com as atividades propostas para a terapia, principalmente quando são crianças.

Com o Afinando o Cérebro, a psicopedagoga diz ainda que pode acompanhar o desenvolvimento dos pacientes, mesmo à distância e assim avaliar os resultados da terapia com mais rapidez. “Muito antes da pandemia, causada pelo novo coronavírus, a plataforma já nos dava a possibilidade de monitorar a evolução do paciente”.

E você, como utiliza o Afinando o Cérebro em sua prática profissional? Conte para a gente nos Comentários.

Tags: Processamento Auditivo Central, Gestão para Fonos, Dicas para Fonos, Habilidades Auditivas, DPAC, Afinando o Cérebro

Gostou deste conteúdo? Inscreva-se para receber mais

Posts recentes